Seja Bem-vindo ao Profissão Bombeiro

Entre agora!

Faça parte da comunidade e inscreva-se hoje!

Conteúdo mais visto

Outros posts

Nada encontrado

Saiba como prevenir e combater os incêndios florestais

Os incêndios florestais produzem grande quantidade de fumaça, fecham aeroportos e levam milhares de pessoas com problemas respiratórios aos hospitais, além de provocarem inúmeras colisões no tráfego. Quando agem de forma mais devastadora, matam espécies silvestres e o gado, queimam cercas e destroem lavouras, pomares, plantações e, principalmente, a vegetação em seu estado natural. Contudo, as manchetes sobre queimadas e incêndios dessa natureza no Brasil não refletem toda a magnitude do problema. O fogo é a maior ameaça para a integridade biológica da Amazônia, por exemplo, a mais extensa e rica floresta tropical do planeta. O risco é que essa floresta exuberante, assim como os outros biomas do país, seja transformado em fragmentos empobrecidos dominados por plantas invasoras e por vegetação pirogênica, devido aos efeitos do aumento de eventos de seca severa e, de forma combinada, das atividades humanas, que desgatam a resistência da floresta às chamas.
 
Brigada de Incêndio florestal
 
Ocorre ainda que as inúmeras queimadas no Brasil são feitas de maneira aleatória, com desrespeito aos padrões mínimos de segurança e prevenção de incêndios florestais, como a construção de aceiros e o respeito a algumas distâncias de segurança (para fios de alta tensão e rodovias, por exemplo).
Nesse contexto, os Corpos de Bombeiros do Brasil e outras instituições estruturam-se e organizam-se para melhor enfrentarem essa problemática que traz prejuízos em várias esferas. O IBAMA, por exemplo, desenvolve atividades de suma importância na formação de brigadas de incêndio florestal ao longo do Brasil, através do trabalho desempenhado pelo Sistema Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais - PREVFOGO.
 
Se você quer saber mais sobre este tema, disponibilizamos os materiais abaixo como referência nesta área:
 


Compartilhe

Comentários (0)